Simple Education

5 dicas para incentivar o aprendizado dos alunos

incecntivar o aprendizado dos alunos

Investir no aprendizado dos alunos é uma estratégia que pode tanto beneficiá-los como também promover seu negócio. Como? Garantindo uma formação de qualidade aos alunos, estes poderão obter destaque, o que, indiscutivelmente, farão com que seu estabelecimento de ensino seja igualmente promovido. Com isso, será possível alcançar mais alunos e acelerar a conquista dos seus objetivos.

Tendo isso em vista, preparamos este post com a finalidade de apresentar algumas dicas incríveis sobre como incentivar o aprendizado dos alunos de sua escola em diversas matérias, como o inglês, por exemplo, o que, de forma geral, é vista como desafiadora. Vamos conferir?

incecntivar o aprendizado dos alunos

1. Tenha uma boa relação com os alunos

Sem dúvida, para incentivar o aprendizado dos alunos é fundamental, primeiro, construir uma boa relação com eles. Afinal, ao investir nisso, será possível ganhar o respeito e admiração deles, e, como se sabe, com confiança é possível influenciar positivamente as pessoas, de forma geral. Conquistando a admiração dos alunos, será possível não apenas estimulá-los no sentido de aprender mais, mas também inspirá-los.

Existem algumas ações que podem ser adotadas em sala de aula para que consiga conquistar esse objetivo. As mais importantes destacamos abaixo:

– Tenha paciência com cada aluno, afinal, cada um apresenta dificuldades particulares;

– Respeite cada aluno, independentemente de qualquer coisa. Por exemplo, os alunos devem ser tratados igualmente, mas sem deixar de lado as particularidades de cada um;

– Seja receptivo com todos os alunos, não criando, por exemplo, acepção de pessoas dentro da sala de aula;

– O professor deve estudar para apresentar o conteúdo em sala de aula com domínio. Essa é também uma forma de ganhar a admiração dos alunos e de construir uma boa relação com eles.

2. Conheça as limitações ou dificuldades de cada aluno

Nem sempre o que é para Chico, é também para Francisco. É muito provável que já tenha escutado ou lido por aí esse ditado popular. O que ele quer dizer na ótica do ensino? Nem sempre o conteúdo que vale para um aluno, vale também para outro. Dessa forma é preciso conhecer as limitações ou dificuldades de cada discente para que seja possível trabalhar de forma particularizada com cada um deles.

Por exemplo: Caso um aluno já tenha sido introduzido a um determinado assunto de inglês, digamos, certamente ele se sentirá mais confortável e estimulado a avançar. Por outro lado, o que não passou pelo mesmo processo poderá se sentir recuado, o que pode desestimulá-lo.

Uma forma de evitar isso é a partir da aplicação de testes de nivelamento. O teste de nivelamento permite ao gestor pedagógico de uma escola identificar as dificuldades de cada aluno e criar, com base nisso, um planejamento de ensino orientado de modo a resolvê-los.

3. Lance desafios aos alunos

Outra dica é tornar a sala de aula um espaço de desafios constantes para os alunos. Por exemplo, criar competições entre os discentes com o objetivo de ressaltar o desempenho de cada um. Certamente, para se sair bem, eles poderão se sentir motivados a estudar mais, e assim cumprir as metas pedagógicas criadas no âmbito escolar.

Um desafio que pode ser criado é a competição entre alunos sobre quem sabe mais sobre uma determinada cultura, como a dos Estados Unidos. Além de imergir o aluno na cultura de um país cuja língua nativa é inglês, o desafio fará com que eles passem a dominar de forma criativa este idioma.

4. Implemente o ensino bilíngue em sua escola

Nesse sentido, também podemos destacar como desafio para os alunos o ensino bilíngue. Trata-se de uma metodologia aplicada no ambiente escolar cujo propósito é ministrar aulas para os alunos tanto na língua nativa, no caso, o português, como em outro idioma, a exemplo do inglês.

Assim, o aluno se sentirá desafiado constantemente a aprender em duas línguas os componentes curriculares do ensino básico tanto do Brasil, como dos Estados Unidos, por exemplo. Assim, ele terá que imergir em diversas culturas, o que é bastante desafiador, mas que poderá colaborar para que tenha uma formação de excelência e alinhada com as exigências do mundo atual.

5. Use a tecnologia para tornar a aula criativa

Por fim, como última dica, use a tecnologia como uma estratégia para incentivar o aprendizado dos alunos. É bom lembrar que os jovens de hoje nasceram em um mundo em que a tecnologia é vista como central em praticamente todos os processos, inclusive na educação.

Então, por que não utilizar isso para promover um ambiente escolar moderno, criativo e desafiador? Por exemplo, criar fóruns de discussões em ambientes de aprendizagem virtual, que possibilitem ao aluno desde cedo utilizar as tecnologias existentes para debater questões importantes sobre a sociedade.

Existem, como se pode perceber, várias formas de incentivar o aprendizado dos alunos. Agora que você conhece algumas delas, que tal organizar seu ambiente escolar para implementá-las?

Ficou alguma dúvida com relação a este conteúdo? Entre em contato conosco! Conheça a Simple Education!

Compartilhe esse post

Acompanhe mais:

Top 10 Benefícios de Ser Bilíngue

Já parou pra pensar sobre as vantagens do ensino bilíngue? Hoje vamos mostrar os benefícios que vão te convencer a escolher essa modalidade, que modéstia

Procura uma solução bilíngue para a sua escola?

Nós somos referência em programas bilíngues e soluções de inglês para escola.

Simple Education Blog
plugins premium WordPress

Baixe Agora!

oLÁ, PARCEIRO SIMPLE :d

Por favor, preencha as informações abaixo e aguarde até 48h para receber seu acesso.